Domingo, 10 de Maio de 2009

ÁGUAS SUBTRRÂNEAS

A água subterrânea é um recurso geológico de extrema importância que constitui cerca de 0,6 do total de água que existe no Planeta.

A quantidade e a qualidade da mesma tem efeitos na sobrevivência e na saúde das populações humanas.

Cerca de 15% da água que precipita sobre a superfície da Terra infiltra-se no solo, por acção da gravidade, e origina a água subterrânea que preenche os aquíferos.

AQUÍFEROS

São formações geológicas subterrâneas capazes de armazenar agua e de permitir a sua circulacao e extracao de forma economicamente rentável.

As rochas que constituem os aquíferos apresentam características favoráveis de porosidade e permeabilidade.

Um bom aquífero é simultaneamente poroso e permeável, o que lhe permite armazenar e libertar a água.

São exemplos bons de aquíferos as areias, os cascalhos os arenitos, os conglomerados e os calcários fracturados.

 

POROSIDADE

È a percentagem do vovlume total da rocha ou dos sedimentos que é ocupado por espaçoes vazios, ou poros. A  porosidade constitui uma medida da capacidade da rocha em armazenar água.

Algumas rochas sedimentares, como arenitos e conglomerados, têm poros entre os grãos de minerais pelo que podem armazenar uma quantidade apreciável de água.

 

PERMEABILIDADE

È a capacidade das rochas transmitirem fluidos através dos poros ou fracturas.

As rochas permeáveis deixam-se atravessar facilmente pela água. A permeabilidade das rochas está relacionada com as dimensões dos poros e com a forma como se estabelece a comunicação entre eles.

 

 

NIVÈL HIDROESTÁTICO OU FREÁTICO – é a profundidade a partir da qual aparece a água. Corresponde ao nível atingindo pela água nos poços. Este nível á variável de região para região , e na mesma região varia ao longo do ano.

 

ZONA DE AERAÇÃO -  localiza-se entre a superfície do terreno e o nível hidroestático. Neste zona do terreno os poros entre as partículas do solo ou das rochas são ocupados por agua e ar.

 

ZONA DE SATURAÇÃO – tem como limite superior o nível hidroestático. Nesta zona, todos os poros da rocha estão completamente preenchidos por água.

 

A água subterrânea armazenada nos aquíferos é utilizada para beber e a sua escassez ou contaminação podem ter efeitos muito graves. As principais causa da diminuição de reversas da qualidade da água são:

  • Poluição térmica
  • Poluição agrícola
  • Poluição urbana
  • Poluição industrial
  • Poluição microbiológica
  • Actividade mineira
  • Sobreexploração dos aquíferos.

 



publicado por rjfragoso às 11:16 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Recursos Hidrológicos

NOTÌCIA: AÇORES - Falta d...

GEOLOGIA: Recursos geológ...

GEOLOGIA: Metamorfismo

GEOLOGIA: Deformação das ...

Teria Darwin Errado?

Anatomia Comparada

Mecanismos de evolução II...

Mecanismos de evolução II...

Mecanismos de evolução: F...

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

blogs SAPO
subscrever feeds